Brain, UFU e Instituto de Portugal assinam acordo para pesquisa em 5G

Com o acordo, Brain e Universidade Federal de Uberlândia farão intercâmbio de profissionais com o Instituto de Telecomunicações, localizado em Aveiro

Brain, UFU e Instituto de Portugal assinam acordo para pesquisa em 5G

O Brain, centro de inovação e negócios digitais da Algar Telecom, a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e o Instituto de Telecomunicações (IT) de Aveiro, em Portugal, assinaram um acordo para atuação conjunta em projetos de inovação. As frentes de trabalho serão voltadas principalmente para temas relacionados à TIC, Soluções Digitais, 5G, Redes Telecom, Computação Quântica e Inteligência Artificial.

A parceria pretende promover a troca de tecnologias e experiências entre profissionais, além de facilitar o compartilhamento de recursos humanos e espaços físicos (laboratórios de pesquisas).

O Instituto de Telecomunicações (IT) é uma entidade privada constituída por nove instituições de pesquisa e desenvolvimento nas áreas das Telecomunicações. A UFU é, por sua vez, uma universidade referência em tecnologia, laboratórios e pesquisadores também direcionados à TI e Telecom, atuando na coordenação do projeto “BRASIL5G and Beyond” e com participação no projeto “Brasil 6G”, ambos financiados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Além disso, a UFU participa do Fórum 5G Brasil e em projetos de colaboração internacional nesta área.

Já o Brain é um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) que promove o desenvolvimento de soluções para empresas e pessoas por meio do modelo de inovação aberta e parcerias estratégicas, mantendo um grupo de pesquisadores dedicados especificamente às atividades de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento). A partir da Algar Telecom, o Brain também oferece aos parceiros acesso ao mercado, com uma base de clientes para aplicação prática de testes e pesquisas.

“O Brain, sendo um centro de inovação em negócios digitais, tem buscado se aliar a grandes referências no Brasil e no mundo para ter uma ampla visão sobre as novas tecnologias e as possibilidades trazidas por elas, algo essencial para o desenvolvimento de soluções inovadoras. A união com essas instituições, que se complementam por terem linhas de pesquisa muito semelhantes, acontece com esse objetivo e busca somar o know how do Brasil e de Portugal para acelerar projetos”, explica Zaima Milazzo, presidente do Brain.

https://www.telesintese.com.br/brain-ufu-e-instituto-de-portugal-assinam...