PGC305B-Tóp. Esp. em Inteligência Artificial 1 - Engenharia de Ontologias e Aplicações Semânticas

EMENTA

DISCIPLINA: Tóp. Esp. em Inteligência Artificial 1 - Engenharia de Ontologias e Aplicações Semânticas

CÓDIGO: PGC305B

CARGA HORÁRIA: 90h

CRÉDITOS: 5

OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA:

Apresentar uma visão completa sobre ontologias e sua importância na representação de conhecimento e no desenvolvimento de aplicações semânticas. Fornecer técnicas para engenharia de ontologias. Trabalhar com metodologias e ferramentas para desenvolvimento de ontologias. Apresentar a tecnologia RDF e sua importância na representação e manipulação de ontologias na web semântica. Discutir conceitos principais relacionados ao desenvolvimento de aplicações semânticas, padrões de desenvolvimento, ferramentas e plataformas. Possibilitar o desenvolvimento de uma aplicação semântica completa.

JUSTIFICATIVA:

Nas últimas décadas, o uso de ontologias em sistemas de computação tornou-se mais e mais popular em vários campos, tais como tecnologias da Web, integração de banco de dados, sistemas multi-agente, processamento de linguagem natural, etc. Com o surgimento da Web Semântica, a engenharia de ontlogias e desenvolvimento de aplicações semânticas se tornaram indispensáveis. Aplicações inteligentes, como os sistemas adaptativos, têm se beneficiado cada vez mais das ontologias como forma de representação de conhecimento, visando atribuir sentido e significado ao conteúdo de recursos da web, permitindo amplo reuso de recursos e troca de informação e conhecimento entre aplicações.
 

EMENTA DO PROGRAMA:

Representação de Conhecimento; Tipos de Ontologia; Tipos de Ontologia; Linguagem de ontologias da Web; Engenharia de Ontologias; Metodologias de Desenvolvimento de Ontologias; Ontologias em RDF (Resource Description Framework); Manipulação de dados RDF; Ontologias na Web Semântica; Desenvolvimento de Aplicações Semânticas.

DESCRIÇÃO DO PROGRAMA: 

1. Ontologias e Representação de Conhecimento
1.1 Introdução
1.2 Composição de uma Ontologia
1.3 Por que utilizar ontologias?
1.4 Tipos de Ontologia
1.5 Representação de ontologias
1.5.1 Modelos baseados em frames
1.5.2 Redes semânticas
1.5.3 Grafos conceituais
1.6 Linguagem de ontologias da Web
1.7 Sintaxe da linguagel OWL (Web Ontology Language)
1.8 Semântica da linguagem OWL
2. Engenharia de Ontologias
2.1 Introdução
2.2 Metodologias de Desenvolvimento de Ontologias
2.2.1 Complexidade na criação e ontologias
2.2.2 Tipos de Metodologias
2.3 Ferramentas
2.4 Criando uma Ontologia
2.4.1 Metodologia 101

2.4.2 Cenário 1: Wine Ontology (Ontologia de Vinho)
3. Construção de Ontologias em RDF (Resource Description Framework)
3.1 Introdução
3.2 XML, XPath e XQuery
3.3 Triplas RDF, Grafo RDF e Sintaxe
3.4 Namespace e URIs
3.5 Elementos RDF
3.6 Formatos N-Triple e N3
3.7 Exemplo OWL com Grafo RDF
3.8 RDF Schema (RDFS)
3.9 Manipulação de dados RDF com SPARQL (RDF Query Language)
3.10 Ontologias na Web Semântica
4. Desenvolvimento de Aplicações Semânticas
4.1 Introdução
4.2 Padrões de desenvolvimento
4.2.1 Desenvolvimento orientado a triplas RDF
4.2.2 Desenvolvimento orientado a objetos
4.3 Ferramentas para desenvolvimento de aplicações semânticas
4.3.1 Plataformas para publicação de dados
4.3.2 Frameworks para manipulação de RDF
4.3.3 Bancos de dados RDF
4.3.4 Sistemas de mapeamento objeto-ontologia
4.3.5 Construção de regras em SWRL (Semantic Web Rule Language)
5. Estudo de caso: Desenvolvimento de uma aplicação semântica

 

BIBLIOGRAFIA: